quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Steak tartare

Quem já visitou a França ou conhece alguém que já visitou, talvez tenha ouvido falar de um prato que os franceses adoram e que costuma causar um certo efeito nos brasileiros: o steak tartare.

A receita do steak tartare é simples: carne moída de boa qualidade, crua. Um ovo quebrado por cima – isso mesmo, cru. E vários temperos para acompanhar: cebola, alcaparras, molho inglês, ketchup, tabasco, picles, entre outros. Às vezes estes temperos são servidos separadamente e cada um tempera a seu gosto, às vezes a carne já vem temperada, é só misturar o ovo e comer, e às vezes já está tudo preparado, inclusive o ovo. O prato normalmente vem acompanhado de fritas ou salada.



Eu não sei se o que mais choca os brasileiros é a carne crua ou o ovo cru. Embora eu goste de steak tartare, confesso que tenho um probleminha com ovos crus, acho meio nojento, mas neste caso como se mistura tudo com a carne, o ovo acaba “sumindo”.

(Abre parêntese sobre ovo cru)
Outro dia a Thácia, no Estragando Comida Pronta, estava desconfiada que a Ofélia não conhecia salmonela. Eu ainda não decidi se os franceses não conhecem, ignoram ou se a dita cuja simplesmente não existe por aqui, porque virou mexeu você topa com um ovo cru (ou quase cru) em algum prato que eles adoram.

O primeiro exemplo é o steak tartare.

Exemplo 2, “oeuf à la coque” – o ovo cozinha em água fervente por 3 minutos (se é que dá para chamar 3 minutos de cozinhar...) e é colocado em um suporte. Você quebra a casca no topo do ovo e come molhando pedacinhos de pão nele. Os franceses gostam tanto de comer ovo assim que até se deram ao trabalho de criar um nome para os pedacinhos de pão para molhar no ovo – chamam-se “mouillettes”.

Exemplo 3, pizza com ovo. Não, nada a ver com pizza portuguesa no Brasil, onde o ovo primeiro é cozido e os pedacinhos são espalhados na pizza. Na França, quando você pede uma pizza com ovo, você vai receber algo assim:



O ovo é estalado em cima da pizza já no final do cozimento – ou seja, não dá tempo de cozinhar coisa nenhuma e ele vem assim todo mole por cima da pizza inteira...

E deve ter mais exemplos, mas acho que vocês já entenderam o espírito da coisa.

(Fecha parêntese sobre ovo cru).

Voltando então ao steak tartare, aos curiosos que quiserem experimentar, três opções:

1- Fazer em casa. É só comprar carne fresca e boa (tipo filé mignon) em um açougue de confiança e ovos frescos. (Sim, eu já fiz no Brasil e ninguém teve salmonelose)

2- Estando na França, é muito fácil encontrar restaurantes e brasseries com o prato no cardápio.

3- Em restaurantes de São Paulo, já vi algumas vezes o tartare nos cardápios. O Clément já comeu na Mercearia do Francês (em Higienópolis) e no Deck, restaurante do cinema Reserva Cultural (na avenida Paulista). Onde, aliás, foi muito engraçado ver o garçom gentilmente avisando o francês: “a carne é crua, hein, senhor?!”

5 comentários:

Tati disse...

É-CA-TI!!!!
Ovo cru? Odeio
Carne crua? Odeio
Mas...os franceses não gostam de purê no cachorro quente, então...

VIVA A DIVERSIDADEEEEE!!!

Beijos,
Tati

http://comoagarrarummarido.blogspot.com/

Taciana disse...

Aqui no Brasil, para começar, é mais fácil comer kibe cru, até no habibs tem, né! (obviamente que é não filé mignon, mas eu acho gostoso, hehehe - gente simples, paladar simples...)
Também acho que o ovo cru mais difícil.
O bom é que qualquer coisa bem temperada fica gostoso, até o tal do escargot!

Bjs, fér

Ana Paula disse...

Eu comi o steak tartare!!! adorei. O tempero é delicioso e não dá nojo nenhum. É bem gostoso.
Qto ao ovo no meio de tudo: Adoro! Adoro ovo e detesto ser reprimida por isso, porque a maioria das pessoas detesta.
Em Roma, pizza com ovo tb vem com o ovo desse jeito.
Bjos!

Ana P.

Thacia disse...

Oie!
Acho que dá pra concluir que a Ofélia é francesa... pra achar que ovo é Salmonella free... ;-)
Mas mesmo abstraindo o mundo bacteriano, não consigo comer essa carne crua... a textura, o cheiro, enfim, não dá! Parece que estou mordendo a bunda de uma vaca viva! hahaha
O Glauco gosta deste prato, e manda um alô para você!
Beijo beijo beijo, manda um abraço pra Carla Bruni ;0)

Rocio disse...

É claro que quando você sai para comer sempre tentar comer essas coisas porque eles são muito ricos e que eles são raros para comer em casa, então eu sempre tento comer em restaurantes em higienópolis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...