domingo, 27 de fevereiro de 2011

França, Brasil e cirurgia plástica

Quando eu conheço um francês novo (ou um grupo de franceses), e ele fica sabendo que eu sou brasileira, tem alguns assuntos que vão invariavelmente, mais cedo ou mais tarde, aparecer na conversa. O Carnaval, as praias, o Rio, futebol, Zidane e a final de 98, a Amazônia, o Lula. Estes são os clássicos, vistos e revistos, conversas com scripts já decorados, de cor e salteado. Mas tem um outro assunto, um pouco mais inusitado mas que também aparece bastante, que me diverte muito: cirurgia plástica.

Costuma acontecer assim: meu novo amigo/conhecido francês me diz, como quem não quer nada, que há uns tempos atrás viu uma reportagem na televisão que dizia que o Brasil era um dos países com o maior número de cirurgias plásticas no mundo. Ele, francês que não acredita assim tão fácil em tudo o que a televisão diz, afinal a televisão também diz um monte de bobagem, está então doidinho para saber, direto de uma verdadeira brasileira, se isso é mesmo verdade. Eu olho para o francês, respondo “É, sim”, e continuo almoçando/tomando meu café com cara de paisagem.

- Sério? Muita cirurgia plástica mesmo? – ele pergunta novamente.
- Muita.
- Mas assim... Você conhece alguém que fez plástica?
- Ô se conheço.
- Quantas pessoas? – ele insiste.

Aí vem a parte que eu começo realmente a me divertir. Coloco o garfo/ o copo de café sobre a mesa e começo a contar nos dedos:

- hum... deixa eu ver... um nariz, uma lipo, silicone, mais um nariz, e outro, silicone, outro silicone, mais um, mais outro, lifting, silicone de novo... que eu me lembre agora... acho que é isso, 11. Ah não, peraí, mais um silicone! 12!

O francês vai abrindo um pouco mais a boca a cada dedo que eu acrescento na contagem, e no final, totalmente boquiaberto, ele pergunta se eu não estou exagerando e tirando sarro da cara dele.

- Não tô, não. Quer que eu diga os nomes ?

:-)



Em tempo: segundo dados da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery), em 2009 o número de cirurgias plásticas por motivos puramente estéticos na França foi estimado em 140 mil, enquanto no Brasil bateu a casa de 1 milhão de cirurgias. Mesmo comparando com o total de habitantes – 1 para 464 habitantes na França e 1 para 192 no Brasil – dá para entender perfeitamente o espanto dos franceses... este não deixa de ser um belo exemplo de diferença cultural entre França e Brasil.

8 comentários:

Taciana disse...

Nossa, fér, agora rapidinho já listei 6 pessoas, sem esforço. Realmente aqui tem muita cirurgia.
Duvido que tenha um lugar com tanto culto ao corpo como aqui! E agora no carnaval, vixe...

bjs,

taci

Milena Fischborn Costa disse...

Além dos temas citados acima, um outro que sempre surge em uma conversa com franceses é "travesti". Ao menos os travestis brasileiros fizeram muito sucesso há alguns anos atrás, parece que "dominavam o mercado"...
Quando meu marido disse que iria se casar com uma brasileira, todos os seus amigos perguntavam se ele tinha conferido se era mulher mesmo enão travesti! E falando com outros casais Francês-Brasileira, eles sempre comentam que tiveram que responder muitas vezes a essa questão!!!

Amanda disse...

Oi Fernanda, adorei seu blog tbm! Essa coisa de cirurgia plastica é fogo mesmo. A primeira vez que vi um documentario sobre isso na TV francesa fiquei morrendo de raiva, dizendo que não era nada disso, que esses franceses so sabem falar mal do brasil e tal. Dai parei pra contar quantas pessoas eu conhecia que tinham feito plastica: mais de 10. Depois perguntei pro meu cheri quantas ele conhecia: nenhuma. Essa eu tive que engolir mesmo!

disse...

Comigo é igualzinho... sempre me perguntam se é mesmo verdade e não da' para negar que é.

Incrivel como o script da conversa é sempre igual: futebol, carnaval, violencia e cirurgia plastica!

Fernanda disse...

Taci,
é até impressionante como quando a gente conta, o numero sobe rapidinho.

Milena,
Olha, eu nunca ouvi ninguém perguntando pro meu marido se ele tinha conferido se eu era mulher mesmo, rs. Ou nossos amigos são muito gente boa ou eles fazem isto pelas minhas costas ;-) Claro que ja' ouvi piadinhas sobre travestis, mas nunca direcionadas à minha pessoa.

Amanda, Dé,
Pois é, tem hora que a gente tem que dar o braço a torcer mesmo. Eu nunca fiz cirurgia plastica, não pretendo fazer, mas tb não condeno e não fico horrorizada como ficam alguns franceses. Para mim é uma questão pessoal, se vai te fazer bem, ta' valendo! Tem riscos, claro, mas quem assume é você então ta' tudo bem.

Em todo caso bem-vindas, ando meio sem tempo para atualizar por aqui mas vou passar mais pelos blogs de vocês!

Paulinha disse...

Hahahahah... Fernanda, que bom que ninguém nunca desconfiou que vc é travesti! heheheh...
Puts, sem pensar eu já me lembrei de umas 5 pessoas...
Nossa, eu lembro q qdo não era tão barato assim fazer plástica as brasileiras eram beeeem menos peitudas. Hj em dia vc só vê menina sem peito até uns 15 anos, passou daí tão todas peitudas! Hheheheh... é, é beeeeeem comum!

Thacia disse...

Poxa, e eu aqui fora da estatística? Cirurgia pra remoção do ciso conta? rsrsrs
Beijos campineiros! :o)

jana disse...

Haha, me diverti com o seu post!
Também moro na França e é exatamente assim: "eu vi um programa na tv... é verdade mesmo??"
Impressionante, né? Não acho isso uma característica muito positiva de nosso país, mas isso é questão de ponto de vista...
Enfim, gostei muito do seu blog e também animo um sobre a França, mais especificamente Nice.
Deixo o link abaixo e espero que possa fazer uma visita:
aprender francês
Voilà!
Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...