domingo, 13 de fevereiro de 2011

O domingo das coxinhas

Eu já tinha adiantado no meu post sobre a pizza de calabresa (leia aqui) que em breve eu provavelmente iria me aventurar a fazer coxinhas. Pois bem, esse dia foi hoje!

Nosso amigo Philippe, francês muito gente boa que fez um intercâmbio no Brasil na mesma época que o Clément, está indo muito em breve para Nova York, onde vai ficar um ano trabalhando. Outro dia, conversando com ele, surgiu não sei como o assunto das coxinhas  - ele e a namorada, Laetitia, dizendo que estavam com vontade de comer coxinha, perguntaram se eu sabia fazer e disseram que viriam ajudar para aprender também. Eu tinha feito coxinha uma vez só na vida, nos idos de 2004/2005, quando estava estudando aqui na França e tinha me dado os 5 minutos. Ou seja, meio que nem conta. Mas aceitei o desafio e comecei do zero: arrumar a receita.

Claro, a internet está aí, tudo fácil, mas e quem garante que a receita é boa mesmo? E como a minha tia Lúcia faz a melhor coxinha do mundo, ontem à tarde peguei o telefone e liguei na casa dela. Tu tu tu e nada. Liguei então para a minha mãe para pedir socorro, e pronto, problema resolvido: ela tinha a receita da minha tia. Me explicou o espírito da coisa pelo telefone e me mandou a receita por e-mail.

E então hoje à tarde, mão na massa: cozinhar o frango, desfiar, temperar, refogar, fazer a massa, deixar esfriar, moldar as coxinhas, empanar, fritar. Não é difícil, mas é longo e trabalhoso. Ainda bem que na hora de moldar as coxinhas, éramos quatro trabalhando. E nós pudemos perceber que aquelas aulas do jardim da infância brincando de massinha serviram para alguma coisa: as danadas das coxinhas ficaram bonitinhas. (Até o meu irmão, que sempre pegou no pé da minha mãe e da minha vó com o formato das coxinhas e esfihas feitas lá em casa, acho que aprovaria as nossas!)

Na hora de fritar, eu com aquele medão das coxinhas abrirem (principalmente as que o Philippe e o Clément fizeram, porque eles entucharam frango até não poder mais)... que nada, tudo perfeito! Vejam só:




E para completar, estavam boas! Sucesso total! Comemos um monte de coxinhas, tomamos guaraná e caipirinha... Um jantarzinho bem brasileiro aqui na capital francesa!

6 comentários:

Anônimo disse...

Ah perai ! Depois de tudo isso vai deixar a gente só na vontade ?! Põe a receita aí no blog vai ;)
Bjs

Paulinha disse...

Puts, Fernanda engordando os franceses! hehehehe...

Anna disse...

Fernanda, so falta a receita!

Taciana disse...

Isso, fernanda, só falta a receita. E vc provar aqui em carne e osso que sabe fazer... Do jeito que essas ficaram lindas (e provavelmente muito gostosas), eu não me aventuraria de jeio nenhum!

bjs!!!

taci

Thacia disse...

De fazer Ofélia e o Bar do Jair morrerem de inveja! hehe

rosilene disse...

nossa gostei da receita faco coxinha mais a receita e diferente parabens amiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...